Saltar para:
This page in english Ajuda Autenticar-se
ESTS
Você está em: Início > LTAM23
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Mapa das Instalações
Edifício ESTS Bloco A Edifício ESTS Bloco B Edifício ESTS Bloco C Edifício ESTS Bloco D Edifício ESTS Bloco E Edifício ESTS BlocoF

Aquacultura e Recursos Marinhos

Código: LTAM23     Sigla: ARM

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Controlo e Processos

Ocorrência: 2021/2022 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Sistemas e Informática
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Tecnologias do Ambiente e do Mar

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
LTAM 25 Plano de Estudos 2016/17 3 - 6 75 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Marta Cristina Silva Pimentel da Silva Responsável

Docência - Horas

Ensino Teórico-Prático: 3,00
Ensino Prático e Laboratorial: 2,00
Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico-Prático Totais 1 3,00
Marta Cristina Silva Pimentel da Silva 3,00
Ensino Prático e Laboratorial Totais 2 4,00
Marta Cristina Silva Pimentel da Silva 4,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

- Conhecer a história e evolução das pescas e da aquacultura.
- Compreender os fundamentos da biologia pesqueira, da avaliação e gestão dos recursos marinhos.
- Descrever os principais tipos de aquacultura e de artes e técnicas de pesca.
- Saber operar com sistemas de aquacultura.
- Saber identificar patologias em aquacultura e técnicas de controlo de patologia.
- Saber avaliar os principais impactos da pesca e da aquacultura.

Resultados de aprendizagem e competências

- Participar na operação e manutenção de sistemas aquacultura.
- Monitorizar e desenhar programas de monitorização para controlo operacional de unidades de aquacultura.
- Participar em organizações e processos de gestão de recursos marinhos e proteção de áreas marinhas.
- Colaborar no dimensionamento e escolha de melhores opções tecnológicas e de espécies para a produção
em aquacultura.
- Participar no diagnóstico sanitário e identificação de patologias das espécies produzidas em aquacultura.

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

Necessidade de conhecimentos básicos de biologia marinha.

Programa

RECURSOS BIOLÓGICOS MARINHOS E PESCAS
1.Principais Recursos Biológicos Marinhos a nível mundial
2.Tecnologia das Pescas
3.Gestão de Recursos Pesqueiros
3.1 Medidas de Gestão de Recursos Pesqueiros
3.2 Conservação da Biodiversidade Marinha e Áreas Marinhas Protegidas

AQUACULTURA
1.Situação Mundial, Europeia e Portuguesa
2. Sistemas Produção em Aquacultura: Seleção Local Produção e Espécies
3. Bases técnicas da gestão da Água: Origem da água; Parâmetros de qualidade da água;Impactes ambientais;
Reciclagem da água
4. Operações Maneio
5. Alimentação e Crescimento dos peixes em Aquacultura
6. Patologia e Sanidade
6.1 Controlo das doenças em Aquacultura: Diagnóstico e doenças
6.2 Vacinação em peixes
6.3 Introduções e Transferências
7. Cultivos Auxiliares de Microalgas e Zooplânctontes
8. Projetos de Aquacultura

Componente prática laboratorial: Crescimento de Artémia salina, rotiferos, larvas de ouriços e microalgas vs técnicas controlo qualidade água; Planos de produção; Estudo de sanidade animal; Preparação de rações.


Na 1ª parte da UC, os conteúdos do programa pretendem dar a conhecer os recursos marinhos existentes e as técnicas de pesca que poderão ser usadas para a sua exploração. Aborda também a necessidade de controlar e gerir as quantidades capturadas e a necessidade de preservar os recursos marinhos, diminuído o impacto ambiental das pescas.

Na 2ª parte, os conteúdos estão orientados para a produção em aquacultura sendo abordadas as técnicas de produção e otimização da produção, tipos de produção e alimentação, seleção das espécies e patologias associadas à produção. É também abordada a necessidade de tratamento da água captada para a produção e necessidade de tratamento dos respetivos efluentes para minimizar os impactos ambientais da produção em aquacultura para que os estudantes fiquem aptos a operar e controlar unidades de produção em aquacultura.

Bibliografia Obrigatória

Dinis, M.T., Rocha, R.M.; Introdução à aquacultura, Lidel, 2021. ISBN: 9789897525995
Lovrich, G., Thiel, M.; Fisheries and Aquaculture : Volume 9, Oxford University Press Inc, 2020
Frederick S. B. Kibenge, Mark D. Powell ; Aquaculture Health Management: Design and Operation Approaches. , ISBN: Academic Press, 2020
Gabriel, O. K. Lange, E. Dahm & T. Wendt; Fish catching methods of the world., Fishing News Books, 2005
Pillay, T.V.R.; Aquaculture and Environment. , Blackwell Publishing, Oxford., 2004

Bibliografia Complementar

Stefano Goffredo; Zvy Dubinsky; The Mediterranean Sea: Its History and Present Challenges. Mediterranean Aquaculture in a Changing Climate, Springer, 2014
Wurts, W.A.; Sustainable Aquaculture in the Twenty-First Century. Reviews in Fisheries Science., 2000

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Método expositivo participado, sendo privilegiada a formação interativa mesmo na introdução de conceitos teóricos e através de resolução de exercícios. Procura-se levar os estudantes a tirar conclusões, orientando-os nesse processo quer nas aulas teóricas como nas práticas de laboratório. Nas aulas laboratoriais, os alunos efetuam trabalhos experimentais, de acordo com protocolos fornecidos, elaborando posteriormente o respetivo relatório.


A Unidade Curricular utiliza a metodologia de ensino recorrendo ao método expositivo dos conteúdos programáticos, com o apoio de slides que acompanham a aula, assim como são referidos exemplos e casos práticos e a resolução de alguns exercícios de cálculo de algumas partes da matéria de modo a que o estudante consiga compreender melhor os conceitos e aplica-los na prática de aquacultura e gestão de recursos marinhos. A UC tem uma forte componente laboratorial, pretendendo-se ilustrar na prática os conceitos teóricos transmitidos e desenvolver nos estudantes: (1) a capacidade de experimentação e aplicação do método científico; (2) competências de ‘saber fazer’ associadas à aquisição de conhecimentos técnicos laboratoriais; (3) trabalho em equipa; e (4) desenvolvimento de espirito crítico e de interpretação de resultados experimentais. Todo o material das aulas e sebentas é fornecido na plataforma Moodle. A forma como se desenvolve a metodologia de ensino da unidade curricular de aquacultura e recursos marinhos possibilita aos estudantes a obtenção de grande sucesso na unidade curricular.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Participação presencial 5,00
Teste 60,00
Trabalho laboratorial 35,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Apresentação/discussão de um trabalho científico 5,00
Estudo autónomo 87,00
Frequência das aulas 42,00
Trabalho laboratorial 28,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

A avaliação da componente teórica-prática é realizada por avaliação continua através da realização de 2 Testes ou Exame final nas datas previstas no calendário de exames.

A avaliação do laboratório é realizada com base na realização do tratamento de resultados dos trabalhos de laboratório.

1º teste: 2 de Dezembro de 2021
2º teste: 20 de janeiro de 2022

É recomendada a assistência às aulas TP e a presença nas aulas PL é obrigatória.

Fórmula de cálculo da classificação final

A nota final (NF) é obtida pela ponderação:

NF = 60% (teórico-prática) da avaliação em teste ou exame + 35% para a componente de desenvolvimento de trabalho laboratório + 5% Assiduidade.

Ambas as componentes de avaliação terão que ser positivas, ou seja com notas superiores 9,5 valores.

Provas e trabalhos especiais

Não existem provas e trabalhos especiais.

Trabalho de estágio/projeto

Não existe trabalho de estágio/projeto.

Avaliação especial (TE, DA, ...)

A avaliação especial (TE, DA,...) será realizada de acordo com o regulamento da avaliação especial do IPS.

Melhoria de classificação

As melhorias de testes são realizadas na primeira chamada de exame.

As melhorias da avaliação final são realizadas de acordo com o regulamento da melhoria de nota do IPS.

Observações

Horário de atendimento:
6ª feira, 16:30-18:00
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2023 © Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Tecnologia de Setúbal  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z
Página gerada em: 2023-02-08 às 13:28:49