Saltar para:
This page in english Ajuda Autenticar-se
ESTS
Você está em: Início > LTE32128
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Mapa das Instalações
Edifício ESTS Bloco A Edifício ESTS Bloco B Edifício ESTS Bloco C Edifício ESTS Bloco D Edifício ESTS Bloco E Edifício ESTS BlocoF

Auditorias e Gestão de Energia

Código: LTE32128     Sigla: AGE

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Termodinâmca Aplicada
OFICIAL Eletrotecnia e Sistemas de Potência

Ocorrência: 2021/2022 - 2S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Engenharia Mecânica
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Tecnologias de Energia

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
LTE 25 Plano de Estudos 3 - 6 60 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
José Luís Estrelo Gomes de Sousa Responsável

Docência - Horas

Ensino Teórico-Prático: 4,00
Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico-Prático Totais 1 4,00
José Luís Estrelo Gomes de Sousa 2,00
Rogério José da Silva Correia Duarte 2,00

Língua de trabalho

Português
Obs.: Português

Objetivos

Pretende-se que o formando obtenha um conhecimento sobre as várias fases de uma auditoria energética, conceba e analise a viabilidade técnica e económica de medidas de melhoria energética e estabeleça um Plano de Racionalização Energética.

Resultados de aprendizagem e competências

- Acompanhar a realização de auditorias energéticas, tanto da parte elétrica como da térmica;
- realizar estudos de viabilidade técnica e económica de soluções de melhoria energética, tanto relativas à parte térmica como à elétrica;
- Estabeleça Planos de Racionalização de consumos

Modo de trabalho

Presencial

Programa

1. Economia de Energia. Metodologia da Auditoria Energética. Objetivo. Eficácia Energética e Consumos de Referência. Níveis de Esforço em Auditoria. Fases de uma Auditoria Energética. Plano de Racionalização Energética. Relatório de Auditória Energética.
2. Medição dos Consumos de Energia. Medição de grandezas elétricas e grandezas térmicas. Medição de Eficiência energética de equipamentos.
3. Conceitos de gestão de energia em edifícios e na industria. Referência à legislação aplicável, em Portugal.

Bibliografia Obrigatória

ASHRAE; Procedures for Commercial Building Energy Audits, , ASHRAE, Second Edition,
Albert Thumann and Willian J. Younger; Handbook of Energy Audits, 7ª Edition, , The Fairmont Press, 2008
André Fernando Ribeiro Sá, ; Guia de Aplicações de Gestão de Energia e Eficiência Energética, 2ª edição, , Publindustria, 2010
ERSE; Regulamento tarifário de energia elétrica , ERSE, 2021

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

A metodologia de ensino incidirá numa apresentação dos conteúdos programáticos que será efetuada em sala de aula seguindo-se um trabalho autónomo dos estudantes baseado em pesquisa para aprofundamento de temas, resolução de problemas e realização de projetos de pequena dimensão e ainda alguns ensaios laboratoriais sobre utilização de equipamento de medição em auditoria energética.
A avaliação contínua terá por base uma avaliação individual sob a forma de testes distribuídos ao longo do semestre sobre os conteúdos com um peso de 50% e uma avaliação dos trabalhos/projetos desenvolvidos pelos estudantes com um peso de 50%.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Teste 60,00
Trabalho escrito 25,00
Trabalho laboratorial 15,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 102,00
Frequência das aulas 54,00
Trabalho escrito 4,00
Trabalho laboratorial 2,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

Realização dos trabalhos práticos e dos testes, com notas mínimas em cada teste de 8.5 valores.

Fórmula de cálculo da classificação final

Nota final = 0.125*NTP1+0.125*NTP2 +0.15*NL+0.25*NT1+0.35*NT2

Componentes:
NTP1 - nota do trabalho prático 1;
NTP2 - Nota do trabalho prático 2;
NTL - Nota do trabalho laboratorial;
NT1 - Nota do teste 1;
NT2 - Nota do teste 2.

Observações

Não sendo realizados os trabalhos práticos e não se obtendo aprovação por avaliação contínua, a aprovação nas partes térmica e elétrica da UC pode ser obtida por exame
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Tecnologia de Setúbal  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z
Página gerada em: 2024-04-23 às 16:28:05