Saltar para:
This page in english Ajuda Autenticar-se
ESTB
Você está em: Início > TLQB012

Fundamentos de Química Orgânica

Código: TLQB012     Sigla: FQO

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
CNAEF Química

Ocorrência: 2020/2021 - 2S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Química
Curso/CE Responsável: Curso Técnico Superior Profissional em Tecnologias de Laboratório Químico e Biológico

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
TLQB 28 Plano Estudos 2015 1 - 6 67,5 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Marta Sofia Guedes de Campos Justino Responsável

Docência - Horas

Ensino Teórico-Prático: 4,50
Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico-Prático Totais 2 9,00
Marta Sofia Guedes de Campos Justino 2,00
Joana Luís Refoios de Noronha Tudella 2,00
Bruna Alexandra Canuto Rijo 1,00
Cátia Sofia Ferreira Carneiro 2,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Pretende-se nesta UC que o estudante conheça as fórmulas, estruturas, nomenclatura e propriedades físicoquímicas/reatividade das principais famílias de compostos orgânicos; reconheça a importância, numa dada molécula, do papel dos grupos funcionais e modo como a distribuição dos eletrões podem intervir nas reações orgânicas. O estudante deve ainda conseguir: prever o mecanismo e classificar as reações dos compostos orgânicos e adquirir o conceito de geometria das moléculas no espaço associado ao estudo da estereoquímica.

Resultados de aprendizagem e competências

.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

1. Introdução: Grupos funcionais e regras de nomenclatura da IUPAC.
2. Alcanos e cicloalcanos: Propriedades físico-químicas. Análise conformacional. Reatividade.
3. Estereoquímica: Quiralidade e Simetria. Especificação de configuração. Atividade ótica e Racemização.
4. Halogenetos de alquilo: Propriedades físico-químicas. Mecanismos de substituição nucleófila. Eliminação.
5. Alcenos e alcinos: Propriedades físico-químicas. Mecanismos das reações de hidrogenação e de adição. Dienos conjugados. Polimerização.
6. Compostos Aromáticos: Aromaticidade. Estabilidade e propriedades. Substituição eletrófila – mecanismo e substituintes.
7. Compostos de carbonilo e carboxilo:
a) Aldeídos e cetonas. Propriedades físico-químicas Reações.
b) Ácidos carboxílicos. Reações. Derivados de ácidos carboxílicos e suas reações.
Conteúdos de aplicação prática laboratorial:
• Identificação de compostos orgânicos;
• Reações de síntese por substituição nucleofílica
• Reações de síntese de alcenos por eliminação

Bibliografia Obrigatória

T. W. Graham Solomons, Craig B. Fryhle; Organic chemistry, John Wiley & Sons, 2008. ISBN: ISBN 978-0-471-68496-1 (9ª ed.)
Robert C. Atkins, Francis A. Carey; Organic chemistry : students solutions manual, McGraw-Hill, 2008. ISBN: ISBN 978-0-471-68496-1 (7a ed)
Francis A. Carey; Organic chemistry, McGraw-Hill, 2008. ISBN: ISBN 78-0-07-110225-4 (7ª edição)
R. Morrison, R. Boyd ; trad. M. Alves da Silva; Química orgânica, Fundação Calouste Gulbenkian. ISBN: ISBN 972-31-0513-6 (- Trad. de: Organic Chemistry, 13 ª ed)
International Union of Pure and Applied Chemistry, Sociedade Portuguesa de Química ; trad. Ana Cristina Fernandes ...[et al.];; Guia IUPAC para a nomenclatura de compostos orgânicos., Lidel, 2002. ISBN: ISBN 972-757-150-6
Michael B. Smith, Jerry March; March's advanced organic chemistry : reactions, mechanisms and structure, John Wiley & Sons, 2007. ISBN: ISBN 978-0-471-72091-1 (6ª ed.)

Bibliografia Complementar

Justino, M.C. & Justino, G.C.; Sebenta de Química Orgânica, Escola Superior de Tecnologia do Barreiro, Instituto Politécnico de Setúbal, 2015 (não publicado, disponibilizado no moodle.)
Justino, M.C.; Protocolos dos trabalhos práticos laboratoriais de Fundamentos de Química Orgânica, Escola Superior de Tecnologia do Barreiro, Instituto Politécnico de Setúbal, 2018 (não publicado, disponibilizado no moodle.)
Castela, A.; Compêndio das regras de nomenclatura IUPAC para compostos orgânicos, Escola Superior de Tecnologia do Barreiro, Instituto Politécnico de Setúbal, 2010 (não publicado, disponibilizado no moodle.)
Graham, P. ; Instant notes: Organic chemistry, Taylor & Francis, 2005. ISBN: ISBN 1-85996-264-5 (2ª ed.)
Levy, D.E.; Arrow pushing in organic chemistry, John Wiley & Sons, 2008. ISBN: ISBN 978-0-470-17110-3
Grossman, R.B. ; The art of writing reasonable organic reaction mechanisms, Springer, 2003. ISBN: ISBN 0-387-95468-6
Heinz G. O. Becker ...[et al.]; Organikum : química orgânica experimental, Fundação Calouste Gulbenkian, 1997. ISBN: ISBN 972-31-0704-X (2ª ed.)
Arnaud, P.; Curso de química orgânica, Dinalivro, 1978

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Os conteúdos da UC são apresentados nas aulas teóricas, em modo expositivo intercalado com exemplos, recorrendo a suporte de diapositivos powerpoint e no corrente ano letivo, em modo online através da plataforma Zoom.
Nas aulas Teórico-Práticas, os conceitos são aplicados a problemas concretos, organizados em fichas de exercícios que são resolvidas em aula.  Será priveligiada a lecionação presencial, sempre que possível.

A componente laboratorial permite a ilustração prática dos conceitos teóricos, na qual os estudantes realizam experiências laboratoriais de química orgânica.

Software

ACDLabs ChemSketch

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Teste 85,00
Trabalho laboratorial 15,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 64,50
Frequência das aulas 67,50
Trabalho laboratorial 30,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

A frequência das 3 aulas laboratoriais é obrigatória para acesso à avaliação contínua, pois a componente laboratorial é um elemento obrigatório deste regime de avaliação. Considera-se como frequência a ausência de faltas injustificadas.

Fórmula de cálculo da classificação final

Avaliação Contínua:
NF= 85% (Teste1 + Teste2 + Teste3)/3 + 15% Componente Laboratorial

Exame normal e recurso:
NF= 100 % Exame OU 85% Exame + 15% Componente Laboratorial

Época Especial ou outras excepções: 
NF= 100 % Exame OU 85% Exame + 15% Componente Laboratorial

Em caso de provas realizadas em regime online, e para todos os estudantes, a nota poderá ser confirmada através de prova oral. Em caso de falta à prova oral, a nota desse elemento será 0.

Em todos os casos de nota final igual ou superior a 16, poderá ser exigida uma prova oral confirmatória, e em caso de falta, a nota final será 15.

Provas e trabalhos especiais

A compoente laboratorial é avaliada por:
25% preparação da aula,
25% desempenho em aula, 
50% relatório escrito de cada trabalho prático (média dos 3).

Em caso de não ser possível realizar os trabalhos práticos laboratoriais em regime presencial, a componente de desempenho em aula reverte para a preparação da aula.

Observações

No presente ano letivo, o modo de funcionamento da UC foi no início do semestre 100% à distância, por imposição de medidas de confinamento  e distanciamento social devido à pandemia de COVID-19. As aulas teóricas foram totalmente lecionadas em plataforma zoom.

Observações sobre provas à distância:
Nas provas realizadas à distância, poderá ser exigida a todos os estudantes, uma prova oral para confirmação da nota. Em caso de não comparência (injustificada), a classificação será 0.

Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Tecnologia do Barreiro  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z
Página gerada em: 2024-07-21 às 06:49:31