Saltar para:
This page in english Ajuda Autenticar-se
ESTB
Você está em: Início > TLQB015

Bioquímica e Análises Bioquímicas

Código: TLQB015     Sigla: BAB

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
CNAEF Biologia e bioquímica

Ocorrência: 2020/2021 - 1S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Biotecnologia
Curso/CE Responsável: Curso Técnico Superior Profissional em Tecnologias de Laboratório Químico e Biológico

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
TLQB 34 Plano Estudos 2015 2 - 7,5 75 202,5

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Ana Cláudia Cavaco de Sousa Coelho Responsável

Docência - Horas

Ensino Teórico-Prático: 5,00
Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico-Prático Totais 2 10,00
Ana Cláudia Cavaco de Sousa Coelho 2,50
Mafalda de Arrábida Farelo 5,00

Língua de trabalho

Português
Obs.: Português suitable for english speaken students

Objetivos

No final da unidade curricular (UC) espera-se que o estudante detenha conhecimentos teóricos sobre: - a estrutura e organização dos diferentes constituintes celulares nos diferentes tipos de células; - a função e estrutura das biomoléculas mais importantes, nomeadamente, os ácidos nucleicos (ARN, ADN), glícidos, lípidos e proteínas; - tenham noções de cinética enzimática e de ensaios enzimáticos.

Deve ainda ter conhecimentos teóricos e saber aplicar em contexto laboratorial: - preparação de soluções tampões típicas de ensaios bioquímicos, - técnicas de purificação de biomoléculas, nomeadamente, técnicas cromatográficas e de ultrafiltração, - técnicas de doseamento de biomoléculas (glícidos, proteínas, ácidos nucleicos), dominando os métodos colorimétricos e análises espetrofotométricas, - técnicas analíticas para separação de proteínas (eletroforeses em gel de acrilamida), - métodos de análise e doseamento com base em ensaios enzimáticos diretos e indiretos.

Resultados de aprendizagem e competências

Não aplicável

Modo de trabalho

Presencial

Programa

Conteúdos Teóricos:

  1. Biodiversidade dos organismos vivos; diferentes tipos de células e suas características
  2. Função e estrutura das biomoléculas: proteínas, ácidos nucleicos (ADN e ARN), glícidos, lípidos.
  3. Síntese Proteica (transcrição e tradução)
  4. Cinética enzimática (atividade enzimática específica, cinética de Michaelis Menten, ensaios enzimáticos)
Conteúdos de Aplicação Laboratorial
  1. Métodos espetrofotométricos: doseamento de ácidos nucleicos ou proteínas por absorção de UV e por métodos colorimétricos quantitativos.
  2. Métodos preparativos de separação de biomoléculas:
  • Diálise; centrifugação, ultracentrifugação e centrifugação em gradiente.
  • Técnicas de filtração e ultrafiltração e métodos cromatográficos: Interação hidrofóbica, de permuta iónica, de afinidade e exclusão molecular. Aplicação no isolamento e purificação de proteínas e ácidos nucleicos.
  • Métodos eletroforéticos. Separação de proteínas em gel SDS-PAGE e de ácidos nucleicos em gel de agarose.
3. Determinação de atividade enzimática específica e dos parâmetros cinéticos de Michaelis Menten. Determinação de atividade enzimática e métodos de quantificação através de ensaios enzimáticos diretos e indiretos.

Bibliografia Obrigatória

D. L. Nelson; M. M. Cox ; Lehninger´s Principles of Biochemistry, W. H. Freeman and Company, 2012. ISBN: 9780716743392

Bibliografia Complementar

J. M. Berg; J. L. Tymoczko; L. Stryer ; Biochemistry, Stryer , W. H. Freeman and Company, 2006. ISBN: 9780716767664
D. Voet ; Biochemistry , Voet , Wiley, John Wiley & Sons, 2010. ISBN: 978-0470570951
A. Quintas ; Bioquímica : Organização Molecular da Vida , Lidel, 2008. ISBN: 978972757431

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

A avaliação da UC é considerada como um todo integrando-se a componente teórica e prática. Na componente teórica recorre-se a uma metodologia expositiva-participativa privilegiando-se a participação dos estudantes. Aulas teórico-práticas irão permitir fomentar a capacidade dos estudantes de trabalhar independentemente na resolução de fichas de exercícios sobre as temáticas apresentadas nas aulas teóricas. Na componente prática laboratorial desenvolvem-se trabalhos experimentais que abrangem os conteúdos da UC e visam dotar o estudante com competências do âmbito do “saber-fazer”. A componente teórica / teórico-prática é avaliada através de testes durante o semestre, sendo os trabalhos avaliados através da elaboração de relatórios com recurso a bibliografia atualizada e de referência. A componente teórica tem um peso de 50% e a componente prática outros 50% na avaliação global.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Teste 50,00
Trabalho laboratorial 50,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 127,50
Frequência das aulas 37,50
Trabalho laboratorial 37,50
Total: 202,50

Obtenção de frequência

Avaliação na componente teórica: três testes escritos (peso de 15% 1º teste; 15% 2ºteste e 20% para o 3ºteste)

Não é imposta nota mínima para cada teste, isoladamente, mas a sua média ponderada deve ser superior a 9,5 valores.

Avaliação na componente laboratorial:, realizada através de:

- Contexto de sala de aula e caderno de laboratório 10%

- Trabalho 1:Questionários online individuais e discussão 20%

- Trabalho 2: Relatórios dos trabalhos práticos laboratoriais 20%

 

A média ponderada das três classificações possui uma nota mínima de 9,5. Não é imposta nota mínima para cada elemento de avaliação

Fórmula de cálculo da classificação final

Componente teórica (CT)

CT: 0.15* 1º teste+0.15* 2º teste+0.20*3ºteste 


Componente Prática (CP)

CP: 0.10 x contexto de sala +0.20 x Trabalho 1 + 0.20 x Trabalho 2


Classificação final: CT+CP


A não aprovação da componente prática impossibilidade a aprovação da UC no corrente ano


Exame apenas para a componente teórica (TC)

100%*classificação do exame

Observações

Os testes realizados na componente teórico-prática não têm nota mínima, mas a sua média deverá ser igual ou superior a 9,5 valores.

A não validação da componente laboratorial (classificação final de 9,5 valores) invalida a realização de exames e a aprovação na UC


As aulas laboratoriais foram realizadas presencialmente. as aulas teórico-práticas foram realizadas à distência.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Tecnologia do Barreiro  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z
Página gerada em: 2024-07-21 às 04:10:42