Saltar para:
This page in english Ajuda Autenticar-se
ESTB
Você está em: Início > TPD025

Refinaria

Código: TPD025     Sigla: REF

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Processos em Engenharia Química e Biológica

Ocorrência: 2020/2021 - 2S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Processos em Engenharia Química e Biológica
Curso/CE Responsável: Licenciatura em Tecnologias do Petróleo

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
TPD 17 Plano Estudos 2015 2 - 5,5 75 148,5

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
António Pedro dos Santos Lopes Castela Responsável

Docência - Horas

Ensino Teórico-Prático: 4,00
Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico-Prático Totais 1 4,00
António Pedro dos Santos Lopes Castela 4,00

Língua de trabalho

Português
Obs.: Durante as apresentações das aulas teóricas os termos técnicos são também leccionados em inglês. Para além disso, os alunos têm de fazer uma apresentação escrita em inglês e efectuar a sua apresentação oral para toda a turma em inglês.

Objetivos

O objectivo desta unidade curricular consiste em que os estudantes adquiram competências no que respeita aos processos e operações mais importantes na refinação, entendendo a evolução dos processos em questão ao longo das décadas o que lhes permitirá ter visão mais rigorosa sobre o futuro desta indústria.
Os estudantes deverão reconhecer quais os diversos processos mais indicados para a refinação e tratamentos das diferentes matérias-primas, bem como quais os processos necessários para a obtenção dos produtos finais requeridos e melhoria dos mesmos. Destes destacam-se os processos de conversão (Decomposição, síntese, alteração e rearranjo), bem como os processos de fraccionamento.

Resultados de aprendizagem e competências

Não se aplica

Modo de trabalho

Presencial

Programa


  1. Introdução

  2. Processos de Fraccionamento e Pré-tratamentos

  3. Processos de Conversão: Decomposição - Cracking Térmico; Cracking Catalítico; Hidrocracking; Produção de Hidrogénio

  4. Processos de Conversão: Unificação – Dessulfurização; Alquilação; Polimerização

  5. Processos de Conversão: Alteração ou rearranjo -Reforming; Isomerização

  6. Processos de Tratamento: tratamento com aminas; Secagem; Hidrodessufurização; Hidrotratamentos; tratamentos por solventes

  7. Outros processos numa refinaria

Bibliografia Obrigatória

Robert A. Meyer; Handbook of Petroleum Refinning Process , McGraw Hill, 2004
H.K. Abdel-Aal, Nohamed Aggour, M.A. Fahim; Petroleum and Gas Field Process, Marcel Decker, 2003

Bibliografia Complementar

Robert E. Maples; Petroleum Refinery Process Economics , PennWell Corp., 2000
Ozrem Ocic; Oil Refineries in the 21st century, Jphn Willey, 2005

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Esta é uma unidade curricular essencialmente teórica e nas aulas os conteúdos são leccionados por exposição, utilizando meios audiovisuais. Nas aulas TP os estudantes analisam problemas práticos reais que podem ocorrer durante estes processos. De notar que o tempo de orientação tutorial (parte do horário de dúvidas), para os estudantes efectuarem trabalhos/projectos de pequena dimensão, na qual têm de recolher informação bibliográfica.

Palavras Chave

Ciências Tecnológicas > Tecnologia > Tecnologia química
Ciências Tecnológicas > Engenharia > Engenharia de processos

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Apresentação/discussão de um trabalho científico 10,00
Teste 90,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Apresentação/discussão de um trabalho científico 20,00
Estudo autónomo 53,50
Frequência das aulas 75,00
Total: 148,50

Obtenção de frequência

A aprovação na disciplina poderá ser efectuada por:

a) Avaliação contínua: 2 testes (peso de 45% cada) e um trabalho escrito (peso de 5%), com apresentação oral e escrita em inglês (peso de 5%)

b) Avaliação final por Exame

Fórmula de cálculo da classificação final

a) Avaliação contínua:

NF=(Teste1*0.45+Test2*0.45)+(relatório*0.05+apresentação*0.05)

b) Avaliação por exame será a nota do exame

No que se refere à avaliação dos testes e exames, caso tenham de realizar-se à distância, será feita por teste individual Online (moodle), com obrigatoriedade de câmara ligada. Caso esta não esteja ligada ou por outra razão que seja considerada pertinente poderá realizar-se uma discussão oral de defesa da nota em teste/exame. Essa discussão permitirá manter a avaliação ou reprovar. A avaliação oral será sempre no âmbito das respostas dadas e do teste/exame realizado.
Em caso de fraude comprovada será feita participação à Escola/IPS para que estas tomem as medidas que acharem mais adequadas.

Observações

Esta disciplina foi lecionado neste semestre num contexto de pandemia. Por essa razão, as aulas presenciais foram realizados através da plataforma do Teams e Zoom. Para além disso, foram disponibilizados aos alunos pequenos vídeos (máx. 20 minutos) das apresentações, com os comentários do docente. As aulas foram gravadas e foram disponibilizadas na plataforma Teams.

A avaliação aqui indicada é diferente da apresentada na submissão da A3ES, já que o peso do trabalho passou a ser de 10%, em vez de 20%. Isto deve-se ao facto de não ser permitido colocar avaliação mínima nos testes.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Tecnologia do Barreiro  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z
Página gerada em: 2024-07-22 às 03:05:20