Saltar para:
This page in english Ajuda Autenticar-se
ESTB
Você está em: Início > MEC136

Betão Armado e Pré-Esforçado I

Código: MEC136     Sigla: BAPE I

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Estruturas

Ocorrência: 2020/2021 - 2S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Mecânica e Estruturas
Curso/CE Responsável: Mestrado em Engenharia Civil

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MEC 13 Plano Estudos 2013 1 - 6 60 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Rui Duarte Neves Responsável
Rui Duarte Neves Responsável

Docência - Horas

Ensino Teórico: 1,00
Ensino Teórico-Prático: 2,00
E-Learning: 0,50
Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico Totais 1 1,00
Rui Duarte Neves 1,00
Ensino Teórico-Prático Totais 1 2,00
Rui Duarte Neves 2,00
E-Learning Totais 1 0,50
Rui Duarte Neves 0,50

Língua de trabalho

Português - Suitable for English-speaking students

Objetivos

Pretende-se que os estudantes fiquem habilitados para o dimensionamento de vigas pré-esforçadas. Os estudantes deverão dominar todos os procedimentos relacionados com o dimensionamento aos estados limite últimos e de utilização de vigas pré-esforçadas, nas componentes de cálculo e de pormenorização. São complementados os conhecimentos adquiridos na disciplina de Betão Estrutural I, abordando-se as temáticas do dimensionamento com modelos de escoras e tirantes, punçoamento e durabilidade de estruturas de betão armado e pretende-se também consolidar os conhecimentos de dimensionamento de pilares e vigas de betão estrutural.

Resultados de aprendizagem e competências

Capacidade de:
- Dimensionar vigas pré-esforçadas
- Dimensionar zonas D através de modelos de escoras e tirantes
- Conceber projetos de durabilidade

Modo de trabalho

Presencial

Programa

Introdução ao pré-esforço. Conceitos relativos ao pré-esforço. Dimensionamento de pré-esforço em vigas isostáticas (generalidades; materiais; conceção e pré-dimensionamento; disposições construtivas). Perdas de tensão (Instantâneas: por atrito, por deformação do betão, por reentrância. Perdas ao longo do tempo: fluência, retração e relaxação). Verificação da segurança aos estados limites últimos. Verificação da segurança aos estados limites de utilização. Modelos de escoras e tirantes: Zonas de descontinuidade e Bernoulli; modelos de cálculo, verificações de
segurança; nós; exemplos de modelos. Estruturas hiperestáticas de betão armado pré-esforçado.
Durabilidade de estruturas de betão, com a análise dos efeitos da carbonatação, cloretos, corrosão, fendilhação, sulfatos, álcalis e medidas de proteção.

Bibliografia Obrigatória

FAVRE, R.; Dimensionnement des structures en béton: dalles, murs, colonnes et fondations - Traité de Génie Civil, EPFL, 1997
GOMES, A.; MARTINS, C.; VINAGRE, J.; Tabelas - Folhas da disciplina de Betão Armado e Pré- Esforçado II, IST/UTL
EuropeanCommittee for Standardisation; EN 1992-1-1 Eurocode 2: DesignofConcreteStructures - Part 1-1: General Rules and Rules for Buildings, CEN, 2004
Carla Marchão e Júlio Appleton.; ESTRUTURAS DE BETÃO I e II- FOLHAS DE APOIO ÀS AULAS, IST/UTL
CT 104 (ATIC); EN 206-1. Betão. Parte 1, Especificação, desempenho, produção e conformidade, IPQ, 2007
LNEC; E 464: Betões. Metodologia prescritiva para uma vida útil de projeto de 50 e de 100 anos face às ações ambientais, LNEC, 2007

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Nas aulas teóricas será lecionada a componente teórica do programa da unidade curricular
acompanhada, sempre que possível, da resolução de exemplos práticos de aplicação dos conceitos.
Nas aulas práticas far-se-á o desenvolvimento de exercícios de dimensionamento e o
acompanhamento dos estudantes.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Exame 100,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 109,50
Frequência das aulas 52,50
Total: 162,00

Obtenção de frequência

Nada a assinalar.

Fórmula de cálculo da classificação final

Av.em periodo letivo: Resolução de exercícios/trabalhos nas aulas teórico-práticas. Contam para a avaliação os 10 melhores com um peso de 10% cada.
1ª/ 2ª época: 100% Exame
Época Especial: 100% Exame
Exame Intercalar: 100% Exame

Mecanismos de mitigação de fraude: no contexto de avaliação contínua, os exercícios/trabalhos serão desenvolvidos nas aulas práticas, com acompanhamento do docente, e entregues no final das mesmas; no contexto de avaliação por exame, se o mesmo for realizado à distância, será compartimentado em vários exercícios/alíneas com tempos limitados para cada um e serão distribuídos aleatoriamente dados diferentes para cada exercício/alínea.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Tecnologia do Barreiro  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z
Página gerada em: 2024-07-21 às 05:21:31