Saltar para:
This page in english Ajuda Autenticar-se
ESTB
Você está em: Início > MEC142

Reabilitação Térmica e Acústica de Edifícios

Código: MEC142     Sigla: RTAE

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
OFICIAL Construção

Ocorrência: 2020/2021 - 2S

Ativa? Sim
Página Web: https://www.estbarreiro.ips.pt/files/7_FUC_RTAE_1819_pt.pdf
Unidade Responsável: Construção e Reabilitação
Curso/CE Responsável: Mestrado em Engenharia Civil

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
MEC 0 Plano Estudos 2013 2 - 6 60 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Cristiana Nadir Gonilho Pereira Responsável

Docência - Horas

Ensino Teórico-Prático: 0,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Esta unidade curricular visa introduzir os alunos na atividade de projeto das especialidades de térmica e de acústica, de edifícios novos e de edifícios existentes alvo de reabilitação. Pretende-se ainda introduzir princípios da ventilação natural e elaborar projetos de ventilação natural em edifícios de habitação. Constitui uma introdução à prática profissional nestes domínios, habilitando os alunos de capacidade para analisar e conceber soluções adequadas a cada tipo de intervenção, nova ou de reabilitação.

Resultados de aprendizagem e competências

A UC inicia-se com uma sucinta revisão das generalidades de térmica de edifícios e do REH. Serão analisados vários casos práticos de aplicação, dando-se particular realce às metodologias e soluções de intervenção em edifícios existentes, atendendo a aspetos como a inércia térmica, a compatibilização com a arquitetura existente e custos.

Será efetuada uma sucinta revisão dos conceitos de acústica e da legislação em vigor. Analisam-se necessidades de isolamentos sonoros, tratamento de ruído proveniente de equipamentos eletromecânicos e estratégias de tratamento dos elementos construtivos.

O terceiro capítulo e mais sucinto, aborda a importância da ventilação natural, a sua conceção e implementação em edifícios novos e existentes, realçando-se a sua ligação ao REH. Os alunos serão alertados para a necessidade de compatibilização dos projetos de Térmica, Acústica e Ventilação Natural.

Modo de trabalho

Presencial

Pré-requisitos (conhecimentos prévios) e co-requisitos (conhecimentos simultâneos)

NA

Programa

Capítulo 1 – Térmica de Edifícios Estudo e análise pormenorizada do Regulamento de Desempenho Energético dos Edifícios de Habitação (REH) e do Sistema de Certificação dos Edifícios (SCE). Reabilitação térmica de edifícios. Elaboração e discussão de projetos de comportamento térmico de edifícios novos e existentes.

Capítulo 2 – Acústica de Edifícios Estudo e análise pormenorizados do Regulamento dos Requisitos Acústicos dos Edifícios. Conforto sonoro e intervenções ao nível da minoração do ruído. Elaboração de projetos de condicionamento acústico de edifícios novos e existentes.

Capítulo 3 – Ventilação Natural em Edifícios Critérios e princípios da ventilação natural. Elaboração e discussão de projetos de ventilação natural de edifícios segundo as normas e recomendações em vigor.

Bibliografia Obrigatória

A. Moret Rodrigues, A. Canha da Piedade e Ana Marta Braga; Térmica de Edifícios, Edições Orion, 2009
P. Martins da Silva; Acústica de Edifícios, LNEC, 1978
João Carlos Viegas ; Ventilação natural de edifícios de habitação, LNEC NP 1037-1. , LNEC, 1995

Bibliografia Complementar

René Vitonne; Bâtir - Manuel de la Construction, 1996
P. Martins da Silva; A componente acústica na reabilitação de edifícios de habitação, LNEC, 1998
Jorge Patrício ; Reabilitação Acústica, Linhas Guia, 2010

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

Aulas teórico-práticas e atividades de e-learning. Depois da exposição de conceitos e metodologias por parte do docente, os projetos serão realizados com alguma autonomia, funcionando o professor como orientador.

A avaliação consiste na realização de uma prova escrita individual e de três trabalhos de projeto: um de comportamento térmico, um de ventilação natural e um de condicionamento acústico.

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída com exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Teste 10,00
Trabalho escrito 83,00
Participação presencial 7,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Estudo autónomo 30,00
Frequência das aulas 52,50
Trabalho escrito 79,50
Total: 162,00

Obtenção de frequência

NA

Fórmula de cálculo da classificação final

A avaliação consiste na realização de uma prova escrita e de três trabalhos de projeto: um de comportamento térmico, um de ventilação natural e o um de condicionamento acústico.

Avaliação Contínua:
0,385*Trab1 + 0,245*Trab2 + 0,20*Trab3 + 0,10*T + 0,07*FA

Os trabalhos estão sujeitos a apresentação e discussão oral, que tem um peso de 7% na classificação final no caso dos Trab1 e Trab 2 e de 5% no caso do Trab3.

A frequência das aulas tem um peso de 7% na classificação final da UC, sendo atribuído 10 valores ao estudante com 0 faltas, 15 valores ao estudante com 1 falta, 10 valores ao estudante com 2 faltas e 5 valores ao estudante com 3 faltas. Estudantes com 4 ou mais faltas não justificadas terão atribuída a classificação 0 valores nesta componente.

Avaliação por exame: 100% exame

Os trabalhos de projeto são realizados durante o período letivo não podendo ser realizados em período de exames.

Provas e trabalhos especiais

NA

Trabalho de estágio/projeto

NA

Avaliação especial (TE, DA, ...)

CF = 100% Exame

A melhoria de classificação só poderá ser feita nas componentes escritas individuais. Os trabalhos de projeto são realizados durante o período letivo não podendo ser realizados em período de exames.

Melhoria de classificação

CF = 100% exame

A melhoria de classificação só poderá ser feita nas componentes escritas individuais. Os trabalhos de projeto são realizados durante o período letivo não podendo ser realizados em período de exames.

Observações

Os trabalhos de projeto são realizados durante o período letivo não podendo ser realizados em período de exames.

Modo de trabalho (SARS-CoV-2): à distância com recurso à ferramenta ZOOM Colibri para as sessões síncronas, 1 vez por semana com a duração de 3 horas cada sessão, e à plataforma moodle.
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Tecnologia do Barreiro  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z
Página gerada em: 2024-07-21 às 05:30:23