Saltar para:
This page in english Ajuda Autenticar-se
ESTS
Você está em: Início > PA08
Autenticação




Esqueceu-se da senha?

Mapa das Instalações
Edifício ESTS Bloco A Edifício ESTS Bloco B Edifício ESTS Bloco C Edifício ESTS Bloco D Edifício ESTS Bloco E Edifício ESTS BlocoF

Tecnologia Aeronáutica II

Código: PA08     Sigla: TAII

Áreas Científicas
Classificação Área Científica
CNAEF Construção e reparação de veículos a motor

Ocorrência: 2023/2024 - 2S

Ativa? Sim
Unidade Responsável: Departamento de Engenharia Mecânica
Curso/CE Responsável: Curso Técnico Superior Profissional em Produção Aeronáutica

Ciclos de Estudo/Cursos

Sigla Nº de Estudantes Plano de Estudos Anos Curriculares Créditos UCN Créditos ECTS Horas de Contacto Horas Totais
GAIR 1 Plano de Estudos 2016_17 1 - 6 60 162
TSPPA 26 Plano de Estudos 2015_16 1 - 6 60 162

Docência - Responsabilidades

Docente Responsabilidade
Rui Pedro Cardoso Batista Ferreira Responsável

Docência - Horas

Ensino Teórico-Prático: 4,00
Tipo Docente Turmas Horas
Ensino Teórico-Prático Totais 2 8,00
José Filipe Castanheira Pereira Antunes Simões 2,00
Rui Pedro Cardoso Batista Ferreira 4,00

Língua de trabalho

Português

Objetivos

Pretende-se com esta Unidade Curricular que os alunos aprofundem os conhecimentos teóricos e práticos nas áreas dos processos de corte (por arrombamento, por arranque de apara e por ação abrasiva), de deformação plástica, tratamentos mecânicos e dos ensaios não destrutivos (END).

Resultados de aprendizagem e competências

No final da Unidade Curricular os alunos deverão ser capazes de:

• Conhecer o modo de funcionamento dos processos referidos anteriormente.
• Identificar os diferentes tipos de operações executadas através desses processos.
• Saber identificar as condicionantes específicas nessas mesmas tecnologias.
• Conhecer metodologias de seleção das ferramentas e parâmetros de trabalho desses processos.
• Saber identificar e conhecer as vantagens e desvantagens dos diferentes processos.
• Descrever os fenómenos mais relevantes envolvidos nos princípios de funcionamento de cada um dos processos.

Modo de trabalho

Presencial

Programa

Módulo1 – Processos de corte por arranque de apara.
Módulo 2 – Processos de corte por ação abrasiva.
Módulo 3 – Processos de corte por arrombamento.
Módulo 4 – Processos de deformação plástica.
Módulo 5 – Tratamentos mecânicos.
Módulo 6 – Técnicas de inspeção e ensaio.
Módulo 7 – Ensaios não destrutivos (END).

Bibliografia Obrigatória

A. Completo; A. Festas; J. Paulo Davim;; Tecnologia de Fabrico, Publindústria, 2009. ISBN: 978-972-8953-31-7
J. Paulo Davim; Princípios da maquinagem, Publindústria, 2008. ISBN: 978-972-8480-27-1
Jorge Rodrigues; Paulo Martins; Tecnologia Mecânica - Tecnologia da Deformação Plástica (Vol. I - Fundamentos Teóricos), Escolar Editora, 2010. ISBN: 978-972-592-279-8
Jorge Rodrigues; Paulo Martins; Tecnologia Mecânica - Tecnologia da Deformação Plástica (Vol. II - Aplicações Industriais), Escolar Editora, 2010. ISBN: 978-972-592-280-4
Valentino Cristino; Paulo Martins;; Tecnologia Mecânica - Tecnologias da deformação plástica e corte (Vol. IV - Técnicas de laboratório), Escolar Editora, 2013. ISBN: 978-972-592-392-4
Bárbara Gouveia; Jorge Rodrigues; Paulo Martins; Tecnologia Mecânica - Tecnologia da Deformação Plástica (Vol. III - Exercícios resolvidos), Escolar Editora, 2011. ISBN: 9789725923214

Bibliografia Complementar

Pedro Guedes; Metrologia industrial, Grupo Lidel, 2011. ISBN: 978-972-8480-27-1

Métodos de ensino e atividades de aprendizagem

As aulas serão ministradas em sala de aula, sendo, previamente à aula, disponibilizada a respetiva apresentação.
Depois da exposição teórica da matéria, esta é ilustrada através de exemplos de aplicação e resolução de exercícios.
São tambem ministradas aulas de laboratório para interação prática entre os alunos e os processos leccionados nas aulas teóricas.
O planeamento semanal, bem como todos os materiais pedagógicos são disponibilizados na página da plataforma de e-learning Moodle

Tipo de avaliação

Avaliação distribuída sem exame final

Componentes de Avaliação

Designação Peso (%)
Teste 50,00
Trabalho escrito 20,00
Trabalho laboratorial 30,00
Total: 100,00

Componentes de Ocupação

Designação Tempo (Horas)
Frequência das aulas 60,00
Trabalho de investigação 51,00
Trabalho laboratorial 51,00
Total: 162,00

Obtenção de frequência

1. Obtenção de Frequência Avaliação através de 2 Testes (50%), de um Trabalho de Pesquisa (20%), e de 7 Trabalhos de Laboratório (30%).

NOTA 1: A nota mínima em cada um dos dois testes é de 10 valores. Pode ser realizada a recuperação de cada um dos testes no período de Época de Exames.

NOTA 2: O não cumprimento das datas de entrega dos trabalhos de laboratório implica uma penalização de 5% da nota por cada dia de atraso.

2. Cálculo da Classificação Final
O cálculo da classificação final será efetuado segundo os critérios e pesos anteriormente mencionados. 
Os alunos que obtiverem uma Classificação Final superior a 17 valores ficarão sujeitos a uma prova oral para avaliação dos conhecimentos. No caso do aluno não estar interessado em defender a sua nota, ser-lhe-á atribuída a classificação final de 17 valores.

Fórmula de cálculo da classificação final

AVALIAÇÃO CONTÍNUA
Avaliação teórico-prática (com nota mínima de 10 valores), através de 2 Testes (50%), 7 relatórios de trabalhos de laboratório (30%) e trabalho de pesquisa (20%).
A nota mínima em cada um dos dois testes é de 10 valores. Pode ser realizada a recuperação de cada um dos testes no período de Época de Exames.
Avaliação de laboratório (com nota média mínima de 10 valores): 7 Trabalhos de Laboratório.
Para conseguirem aprovação na componente de laboratório, os alunos terão de garantir a entrega de todos os trabalhos de laboratório e uma assiduidade mínima de 80 por cento.
Nas aulas de laboratório é efetuado uma avaliação continua aos alunos presentes e não presentes.

IMPORTANTE: O não cumprimento das datas de entrega implica uma penalização de 5% da nota por cada dia de atraso.

Classificação Final=Teórico-prática (50%) + Laboratório (30%) + trabalho de pesquisa (20%)

Os estudantes que obtiverem uma Classificação Final superior a 17 valores ficarão sujeitos a uma prova oral para avaliação dos conhecimentos. No caso do estudante não estar interessado em defender a sua nota, ser-lhe-á atribuída a classificação final de 17 valores.

AVALIAÇÃO FINAL
Exame final (50%) - Nota mínima de 10 valores Avaliação de laboratório (com nota média mínima de 10 valores): 7 Trabalhos de Laboratório.
Para conseguirem aprovação na componente de laboratório, os alunos terão de garantir a entrega de todos os trabalhos de laboratório e uma assiduidade mínima de 80 por cento.
Nas aulas de laboratório é efetuado uma avaliação continua aos alunos presentes e não presentes.

IMPORTANTE: O não cumprimento das datas de entrega implica uma penalização de 5% da nota por cada dia de atraso.

Classificação Final=Exame final (50%) + Laboratório (50%)

Os estudantes que obtiverem uma Classificação Final superior a 17 valores ficarão sujeitos a uma prova oral para avaliação dos conhecimentos. No caso do estudante não estar interessado em defender a sua nota, ser-lhe-á atribuída a classificação final de 17 valores
Recomendar Página Voltar ao Topo
Copyright 1996-2024 © Instituto Politécnico de Setúbal - Escola Superior de Tecnologia de Setúbal  I Termos e Condições  I Acessibilidade  I Índice A-Z
Página gerada em: 2024-07-21 às 05:39:11